Lavanderia é denunciada por crime ambiental na divisa de Rio Bom e Apucarana

 Lavanderia é denunciada por crime ambiental na divisa de Rio Bom e Apucarana

Uma lavanderia instalada no município de Rio Bom, em terreno cedido em comodato pela prefeitura, no núcleo habitacional Benedito Pinto de Andrade, próximo à nascente do riacho água fria (cerca de 200 metros abaixo da nascente) está sendo alvo de denúncias de crime ambiental.

Segundo informações, a lavanderia está instalada há 15 anos no local e já foram feitas várias denúncias, mas nunca foi resolvido o problema da poluição. A empresa já teria sido multada diversas vezes, mas ocorre troca da razão social e o estabelecimento continua funcionando e poluindo o rio, que deságua em outro riacho e na sequência no Rio Bom, deixando a água azul.

Uma equipe da Sanepar que fazia análise das nascentes viu a situação ontem (5), e coletou amostras de água cheia de poluentes que foram encaminhadas para outras autoridades competentes (Polícia Ambiental, IAP), mostrando o local exato onde o poluente e jogado no rio.

Não é de hoje que agricultores que residem na região da divisa dos municípios de Rio Bom e Apucarana registram imagens de vários peixes mortos à margem do Rio Bom. A contaminação do rio vai ser investigada pelo Pelotão de Apucarana da Polícia Militar Ambiental para confirmar a causa da poluição da mortandade dos peixes.

Eles acrescentam que não só os peixes, mas muitos animais dependem da água dos rios para sobreviver.

A Polícia Ambiental já foi comunicada para investigar e responsabilizar os causadores da poluição.

 

Informações do Canal 38

Outras notícias

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com