Fábrica clandestina de medicamentos fitoterápicos e suplementos é fechada pela pela polícia, em Maringá

 Fábrica clandestina de medicamentos fitoterápicos e suplementos é fechada pela pela polícia, em Maringá

Uma fábrica clandestina de medicamentos fitoterápicos e suplementos alimentares foi fechada em Maringá, na quinta-feira (18). O local não tinha licença para fabricação dos remédios, segundo a Polícia Civil. Além disso, os medicamentos eram acondicionados e manuseados de forma irregular, de acordo com a polícia.

“Foram encontrados medicamentos corrompidos, que não poderiam estar sendo fabricados ali, e que estão sendo adulterados. O local não tem condições de higiene adequada ou autorização para que funcione como laboratório”, afirmou o delegado Luiz Alves. As investigações apontam que os medicamentos eram vendidos pela internet e a lojas clandestinas.

O local, no Jardim Higienópolis, foi encontrado após uma denúncia anônima feita à Vigilância Sanitária do município. Além dos remédios, foram encontradas cápsulas e caixas vazias de remédios. Segundo a prefeitura, o local não tinha alvará e nem registro para emissão de notas fiscais.

Os medicamentos apreendidos serão periciados, segundo a polícia. Duas mulheres que estavam na empresa foram levadas à delegacia para prestar depoimento. Segundo o delegado, a polícia tenta identificar quem era o responsável pela empresa. De acordo com a polícia, o dono do local deve ser responsabilizado por crime contra a saúde pública.

Informações do G1 Paraná

Outras notícias

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com