Cocari Responde: Como controlar a mosca do chifre no gado?

 Cocari Responde: Como controlar a mosca do chifre no gado?

O produtor Jaime do Nascimento, cliente da Cocari em Borrazópolis-PR, enviou sua dúvida para o quadro Cocari Responde, da TV Cocari, a respeito do controle da mosca do chifre no gado. A pergunta foi respondida no Programa nº 36, pelo médico veterinário Leonardo Pereira Pontes, que falou sobre o tema com mais profundidade para este Informativo.

“A mosca do chifre é um parasita que vem aumentando muito na região do Vale do Ivaí, no Paraná. Para combatê-la, é importante que seja feito um trabalho preventivo, pois depois que a infestação está instalada, o controle torna-se mais difícil”, comenta.

Manejos indicados

Atualmente, existem ferramentas de manejo como o uso do brinco mosquicida, que apresenta maior durabilidade e é colocado no animal para prevenir a infestação de moscas. “Também é possível utilizar produtos de pulverização ou pour-on. Há relatos de produtores que passaram produtos à base de cipermetrina dentro do curral, em lugares mais úmidos, para conseguir controlar essa mosca, porém o manejo não se mostra tão eficaz quanto a utilização do brinco”, compara. Além desses manejos, o produtor pode optar pelo controle biológico, utilizando besouros coprófagos, que permitem o controle estratégico das moscas.

Prejuízos

O médico veterinário comenta os danos que a mosca pode trazer ao rebanho. A mosca do chifre pode servir como vetor para a transmissão de doenças. “Por ser um inseto hematófago (que se alimenta de sangue), a mosca pode transmitir doenças de um animal para outro. Além disso, pode ser um vetor para a mosca do berne, pondo ovos nos animais. A picada dela causa dor ao animal e a grande infestação causa irritação, ocasionando a perda de peso, quando se trata de animais em confinamento. Animais que estão em lactação, por outro lado, chegam a reduzir a produção de leite de 10 a 15%”, alerta.

Condições favoráveis

A respeito das condições que favorecem a infestação pela mosca, Pontes explica que os locais em que a temperatura e a umidade são elevadas são mais propícios ao aparecimento da mosca. “Outro ponto de atenção devem ser as fezes, onde as moscas fazem a ovoposição e as larvas se desenvolvem. Por isso, quanto mais limpo e seco for o ambiente, mais fácil será o controle da mosca”, orienta.

Fale com o Devet Cocari

O Departamento Veterinário da Cocari (Devet) está preparado para atender todos os cooperados e solucionar problemas de cada um. “O ideal é que o produtor rural procure o técnico do Devet no entreposto Cocari mais próximo, estaremos prontos para lhe atender”, concluiu.

Participe do Cocari Responde

Os cooperados que desejarem participar do quadro Cocari Responde e ter suas dúvidas respondidas por nossa equipe técnica, podem enviar sua pergunta para o número de WhatsApp (44) 9 9743-5862.

Redação C7 Comunicação

Outras notícias

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com