Cambira: Moradora tentou agredir motorista da ambulância

 Cambira: Moradora tentou agredir motorista da ambulância

Mediante as ameaças, os profissionais da saúde que trabalham no local tiveram que se trancar em uma sala.

Ontem de manhã, pouco antes das 10 horas, a Polícia Militar de Cambira foi procurada por uma mulher que estava em plantos relatando que os agentes de saúde do Posto do Sete de Maio foram desrespeitosos, e ela gostaria que providências fossem tomadas.

Foi perguntado se ela desejaria representar contra algum servidor, ela respondeu que não, e que tomaria as providências por contra própria e saiu sem se identificar para a equipe.

No Posto de Saúde, os servidores relataram que a referida senhora, frequentemente vai ao Posto de Saúde e passa a dar ordem aos servidores, e que nesta data, ela foi com um receituário a fim de pegar insulina, entretanto a enfermeira plantonista, solicitou que ela fizesse um cadastro para que pudesse ocorrer a liberação do medicamento, porém a paciente se recusou a realizá-lo.

Os profissionais da saúde informaram também que já chegaram ir até a residência dessa senhora para que pudesse realizar tal cadastro, mas ela de forma consciente se recusou a recebê-los.

O mais grave é que nesta quarta-feira (10), ela tentou agredir o motorista da ambulância com tapas, ele precisou se defender, e outros agentes tiveram que se trancar dentro de uma sala para se esconder das possíveis agressões.

Os policiais orientaram os profissionais da Saúde, quanto as medidas a serem tomadas.

Pelas informações que recebemos a pessoa já é reincidente nesse tipo de comportamento. A tarde a secretária de Saúde acompanhada de uma psicóloga procurou a paciente para conversar e esclarecer mais uma vez os procedimentos para a retirada de medicamentos. Imagem ilustrativa e informações do Cambira Noticias.

Outras notícias

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com