Homem absolvido pela morte da mãe no PR sai da prisão e mata o pai

 Homem absolvido pela morte da mãe no PR sai da prisão e mata o pai

Um homem, de 30 anos, é o principal suspeito de ter assassinado o pai, um idoso de 71 anos, na cidade de Joinville, em Santa Catarina. O crime aconteceu no último dia 08 de novembro, e o corpo da vítima foi encontrado cerca de uma semana depois.

Identificado como Muriel Marshall Madeira, ele havia sido preso em flagrante, em 2017, suspeito de ter assassinado a mãe, Denise Simionatto de 64 anos, com diversas facadas, no Estado do Paraná. O homem teria fugido para a cidade de Joinville, onde o pai residia.

Em 13 de novembro de 2017, após denúncia de moradores para a Polícia Civil do Paraná, Muriel foi apresentado na Divisão de Homicídios de Proteção à Pessoa (DHPP) de Curitiba. Ele havia sido preso no estado de Santa Catarina e conduzido até o Paraná para prestar depoimento.

Na ocasião, o que chamou a atenção foi que o suspeito afirmava que precisava cometer o crime para que  “as vozes de sua cabeça parassem de falar”. O rapaz matou a mãe enquanto ela dormia no sofá da casa.

Liberdade concedida em 2022

O assassino chegou a ser preso e responder por homicídio qualificado, mas teve a liberdade concedida nos últimos dias. Muriel voltou para Joinville para viver com o pai e com um irmão mais novo, portador de deficiência intelectual.

O corpo de Renato, pai de Muriel, foi encontrado cerca de uma semana depois do assassinato. Por conta do avançado estado de decomposição, não foi possível identificar a quantidade de facadas desferidas contra a vítima.

Muriel, que é o principal suspeito de ter tirado a vida do próprio pai, fugiu com o carro da família e ainda não foi encontrado.

Fonte: Informações do GMC Online.

Outras notícias