Ariranha do Ivaí é contemplado para participar do programa CastraPet

 Ariranha do Ivaí é contemplado para participar do programa CastraPet

Programa já está em seu 3° ciclo, e objetiva controlar a população de cães e gatos, doenças e outro fatores relacionados aos animais
O Programa Permanente de Esterilização de Cães e Gatos (CastraPet Paraná), promovido pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest), com apoio do município de Ariranha do Ivaí, através do Fundo Estadual do Meio Ambiente ou emendas parlamentares, possibilitará a prevenção de doenças de cães e gatos, como câncer e zoonoses, além de evitar o controle desenfreado de nascimento, o que pode provocar maus-tratos como abandono dos animais. O programa já está em seu 3° ciclo, e ao todo 169 municípios do Paraná serão contemplados nesta fase.
A licitação para a escolha da clínica responsável pela realização dos procedimentos será feita pelo governo do estado, devendo percorrer os municípios contemplados para a execução dos procedimentos. Os critérios para a seleção dos animais, cadastramento e horário de agendamento será decidido pela administração pública de Ariranha do Ivaí, que em breve disponibilizará mais informações, sobre a data e outras questões pertinentes.
As cirurgias serão gratuitas e, além da castração os animais receberão um chip eletrônico de identificação, para que em caso de roubo ou perda o animal possa ser detectado. É importante que os tutores cumpram com os horários estabelecidos no dia do agendamento, e compareçam 15 minutos antes do horário estabelecido, além de respeitarem a orientação de jejum absoluto (comida e água) do animal antes da cirurgia, por pelo menos oito horas. Isso é fundamental para que a esterilização aconteça com segurança, assim como a recuperação da anestesia. Após a cirurgia os tutores recebem a medicação adequada para o pós-operatório, e uma carteirinha de vacinação contendo orientações para o bem-estar do animal, não ocasionando em nenhum custo ao tutor.
O Programa CastraPet Paraná foi pensado dentro da política de saúde única da Secretaria, visando o bem-estar animal e humano e trabalhando na prevenção de zooneses envolvendo o meio ambiente.

Outras notícias